História e Patrimônio

 

Com sede global, produção e logística estabelecidas na Alemanha, os calçados BIRKENSTOCK são vendidos em mais de 100 países ao redor do mundo.

HISTÓRIA E PATRIMÔNIO

Na BIRKENSTOCK, tradição e legado são importantes chancelas de uma marca datada não há anos ou décadas, mas séculos. A BIRKENSTOCK está profundamente enraizada na fina arte de elaborar calçados de altíssima qualidade que fazem bem a você. Desde 1774, a BIRKENTOCK tem passado esse comprometimento de geração em geração. O resultado absoluto traz a melhor qualidade, conforto e suporte.

TRADIÇÃO DE 1974

1774 – Johann Adam Birkenstock é inserido nos arquivos da igreja da cidade de Langen-Bergheim, em Hesse, como “sapateiro”.

1896 – O sapateiro-mestre Konrad Birkenstock, que dirige dois negócios de calçados especializados em Frankfurt, começa a produção e venda de palmilhas ortopédicas/ flexíveis.

1902 – Konrad Birkenstock desenvolve o primeiro suporte de arco contornado.

1925 – O footbed azul (“blue footbed”) integra os produtos manufaturados em uma instalação recém-inaugurada em Friedberg, Alemanha.

1932 – Karl Birkenstock começa os cursos de treinamento BIRKENSTOCK, que mais tarde se tornariam famosos. Importantes médicos apoiam esses cursos e o “Sistema Karl Birkenstock”.

1964 – Karl Birkenstock lança o modelo Madrid, a primeira sandália flexível de palmilhas fundas. 

1966 – A Birkenstock é introduzida no mercado Norte americano.  

1988 – Pela primeira vez, adesivos ecológicos são utilizados na produção. Desta forma, BIRKENSTOCK também faz a diferença para o meio-ambiente no mundo. 

1990 – Ocorre a expansão e a modernização da produção das sandálias em relação à proteção do meio-ambiente. Assim o consumo de energia é reduzido em mais de 90%.

2009 – Em Fevereiro de 2009, entra em funcionamento uma nova sede de produção dos calçados, em larga escala, na cidade de Gorlitz.

2016 – Birkenstock celebra 50 anos de atuação nos Estados Unidos.