BIRKENSTOCK Magazine O Whitney Museum of American Art em Nova Iorque celebrou sua festa anual com a BIRKENSTOCK

O Whitney Museum of American Art em Nova Iorque celebrou sua festa anual com a BIRKENSTOCK

 

Pela primeira vez, a BIRKENSTOCK foi patrocinadora da festa anual do Whitney Museum e colaborou com a artista americana Trisha Baga, na criação de uma peça para o evento inspirada nos icônicos calçados da BIRKENSTOCK.

Co presidida por Zosia Mamet, Natasha Poly, Laura Kim, Fernando Garcia, Michael Carl e Micaela Erlanger, a lista de convidados da festa do dia 14 de novembro incluía a elite criativa de Nova Iorque.

O evento é conduzido anualmente pela próxima geração de patronos do Museu, os chamados “Whitney Contemporaries”, e apoia o prestigioso Whitney Independent Study Program – que foi patrocinado pela BIRKENSTOCK pela primeira vez.

 

O jantar no teatro de Susan e John Hess foi literalmente um início precioso – com decorações de mesa em ouro, instalações douradas e acessórios do universo de moda, cinema e arte nova iorquinos. A modelo Ashley Graham e o artista Raúl de Nieves foram os anfitriões de 150 convidados, entre eles: as modelos Leigh Lezark e Hilary Rhoda, o astro do futebol americano Victor Cruz, a atriz Nina Dobrev e o hoteleiro Sean MacPherson. A experiência culinária foi seguida por uma performance ao vivo do rapper Young Paris.

A festa continuou com a presença de 900 convidados no piso térreo do museu recém-concluído, projetado por Renzo Piano, anexo ao restaurante “Untitled” de Andrea e James Gordon.

Durante o coquetel, a colaboração entre a BIRKENSTOCK e a artista americana Trisha Baga foi apresentada. Baga não é uma novata para o Whitney Museum, onde teve uma apresentação solo em 2013. A artista é conhecida por suas instalações de colagem, vídeos e performances feitas com itens pessoais e objetos encontrados. Ela criou uma escultura de pedras vulcânicas, tinta de têmpera e fragmentos de sandálias BIRKENSTOCK.

“Criei essa obra na minha casa em Favignana, na Itália, depois de me apaixonar pela pedra vulcânica. A ilha possui essa pedra suave em abundância, que é facilmente manipulada pelo mar, pelo vento e pelas mãos humanas com ferramentas mínimas. A obra é uma espécie de fantasia de vingança que o solo representa. Eu estava pensando em como a ficção pode ser uma coisa física que é construída repetidas vezes. Muito obrigada ao Whitney Musuem e a Birkenstock pelo apoio com o projeto”, diz Baga

 

 

“Arte e Design na Pop-Up Store da BIRKENSTOCK”

 

Seguida da festa anual do Whitney Museum, a obra de Braga – chamada “Orpheus” – estará em exposição na loja pop-up da BIRKENSTOCK na 90 Gansevoort Street, em frente ao museu, até 30 de novembro de 2017.

Inspirada na arquitetura de estilo industrial, a loja de Nova Iorque no Meatpacking District é a primeira loja da BIRKENSTOCK nos Estados Unidos. Uma rampa leva ao espaço, que apresenta elementos de carvalho, couro e cortiça. Uma impressão gráfica de uma palmilha de cortiça encontra-se no centro da loja, e uma exposição com placas vintage BIRKENSTOCK e letreiros antigos da marca conferem ao espaço um carácter único. Além de materiais sustentáveis, clássicos de design como um sofá Hella Jongerius Polder, um sistema de assentos de Konstantin Grcic, banquinhos NesTable e Cork da Jasper Morrison, e um banco153B da Alvar Aalto criam uma estética minimalista com máxima funcionalidade – assim como sandálias BIRKENSTOCK. Além de calçados para homens, mulheres e crianças, a linha de cosméticos BIRKENSTOCK® Natural Care para mãos e pés estará disponível na loja pop-up da BIRKENSTOCK até o dia 24 de dezembro.